Siga-nos nas Redes Sociais

Pirataria

Oscar: 2020 registra aumento na pirataria de filmes

Menos de 10 dias depois de estrear nos cinemas, o épico “1917” já pode ser encontrado nos sites de pirataria.

Publicado

em

Oscar
Francisco Kroner / 140 Online

Segundo notícia do site The Next Web, o filme sobre a 1ª Guerra Mundial, um dos mais cotados para o principal prêmio desta edição do Oscar, foi uma das seis produções indicadas que foram vazadas nos sites de pirataria e serviços ilegais de streaming desde o começo do ano.

O vazamento dos principais filmes concorrentes ao Oscar 2020 parece ter sido uma operação orquestrada em larga escala, com as produções disponíveis em vários sites e serviços piratas de streaming ao mesmo tempo. O site TorrentFreak informa em notícia que a atividade pirata pode ter sido coordenada por quadrilhas de piratas, que divulgou as cópias ilegais dos principais filmes em menos de 24 horas.

Esse grande volume de produções disponíveis em sites piratas nas vésperas da cerimônia de entrega dos prêmios indica que a atividade está em alta. O número de produções vazadas em 2020 chegou a 16, um número muito significativo em comparação com 2019, que foi considerado um ano de baixa ocorrência de pirataria na semana da entrega dos Oscar.

Os filmes foram vazados no formato chamado “screener”, que são cópias de alta qualidade de som e imagem, voltadas para exibições privadas, para jornalistas, críticos e membros da Academia de Cinema de Hollywood. Mas cópias foram desviadas e distribuídas pelos piratas para sites e serviços de streaming.

Segundo o TorrentFreak, dois grupos diferentes de piratas (TOPKEK e Hive-CM-8) vazaram os “screeners” do filme ‘1917’, concorrente do Oscar, e que os dois vazamentos vieram de várias fontes, com arquivos de diferentes tamanho e qualidade de imagem.

Além de ‘’1917’, foram vazados os “screeners” dos filmes “Richard Jewell”, “A hidden Life”, “Color Out of Space”, “Dark Waters”, e “Queen and Slim”.

Os estúdios de Hollywood e as operadoras de TV por assinatura estão mostrando grande preocupação com essa alta no vazamento de conteúdos inéditos, o que fere o sistema de janelas de exibição praticado pelas empresas.

Antipirataria

ABTA: combate à pirataria repercute no exterior

Publicado

em

Por

Presidente da ABTA, Oscar Simões em entrevista para o site Leaders League

As ações de combate à pirataria no Brasil, com grandes operações de sucesso, têm sido repercutidas internacionalmente. O site Leaders League publicou entrevista com o presidente executivo da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), Oscar Simões, que respondeu sobre o combate e os desafios em relação aos avanços tecnológicos da pirataria e a sua prática ilegal.

Simões contou sobre a ação realizada em conjunto às polícias de vários Estados do Brasil e que a ABTA, para apoiar essa força-tarefa antipirataria, conta com quatro pilares: medidas técnicas, institucionais, judiciais e de comunicação, que tem dado resultados significativos.

Além disso, o presidente mostrou a importância das campanhas publicitárias que visam conscientizar a população sobre o tema, realizadas pela entidade em canais de TV aberta e paga, falou sobre os principais obstáculos no combate à pirataria no Brasil e deu um panorama do futuro da ABTA.

Continuar Lendo

Pirataria

TV box não é sinônimo de TV pirata

Publicado

em

Por

Importantes redes de vendas de eletrodomésticos têm ajudado na causa antipirataria ao orientar os consumidores sobre como adquirir produtos legais e não ser enganando levando “gato por lebre”, como acontece muito na compra de TVs Box.

Matéria publicada no site da Leroy Merlin é um exemplo disso, ao ensinar o que é e como comprar uma TV Box sem aderir à ilegalidade já que, uma das grandes dúvidas do cliente é se ela é um produto legal ou não.

O que é?

Para aqueles que ainda não sabem exatamente o que é a TV Box, a matéria explica em poucas palavras, que é a transformação do aparelho de TV comum em um modelo smart.

Por meio dela é possível contar com a tecnologia 4K e a TV normal passa a ser uma central de multimídia, com acesso à filmes e séries em serviços de streaming, jogos e aplicativos e conteúdos disponíveis na internet. Além disso é possível integrar o aparelho com os sistemas operacionais de smartphones e tablets Android ou Apple.

Legalidade

De acordo com o texto, para evitar que o modelo procurado seja atrelado ao crime de pirataria é preciso, primeiramente, escolher um produto que tenha o selo de homologação da Anatel, sem sistema operacional que dê acesso clandestino a canais de TV fechada e à serviços de streaming.

E, para garantir ainda mais a qualidade e sua legalidade, é necessário optar sempre por produtos que tenham boa procedência e nota fiscal.

Características importantes

Hoje em dia, existem muitas opções desses aparelhos e, portanto, é importante que o consumidor pesquise o que mais se adapta ao que deseja e escolha um produto eficiente que ofereça todas as vantagens que uma smart TV possui.

Ainda, segundo texto da loja, as TVs Box tem características e funcionalidades que devem ser avaliadas antes da compra como: processador, memória RAM, armazenamento, armazenamento interno e conectividade com entradas e USB e conexão via bluetooth.

Continuar Lendo

Trending